domingo, 9 de setembro de 2012

Os Cuidados com o Sal.



Embora seja um mineral importante para o funcionamento das células, deve ser ingerido com cautela por quem sofre de pressão alta.
Abusar do sal nas refeições não é recomendado. 
E nós abusamos sim. Dados  indicam que consumimos, em média, 12 gramas de sódio diariamente.
Ou seja, quase o dobro recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 
Aí é que mora o perigo: nosso corpo retém, em média, 1 litro de água a cada nove gramas de sal ingerido.
Mas se engana quem pensa que, se não usar sal na comida, estará livre dele.
 Ele está presente em quase tudo o que você compra no supermercado como queijos, molhos de tomate, comida congelada, fast food e até biscoitos!
"O sal de mesa, por exemplo, possui 40% de cloreto. 
O risco de consumir doses excessivas pode desencadear o aumento da pressão sanguínea e, consequentemente, a hipertensão, responsável pelo infarto e acidente vascular cerebral".
Entenda que, ao abusar deste ingrediente, você pode ser atacado por uma série de doenças como a insuficiência renal, câncer de estômago, pedras nos rins, diabetes, asma e osteoporose.
 "A incidência de pressão alta de cada pessoa é diagnosticada de acordo com a idade e o sexo. 
Esta doença é mais comum nos homens do que nas mulheres e também em idosos", explica a médica.
A dica é procurar se alimentar bem e fugir do sal. 
Procure substituí-lo por temperos naturais como limão, alho, cebola, cheiro-verde, orégano, cominho, coentro e manjericão. Troque também as gorduras animais por óleos vegetais como óleo de soja, milho ou girassol.
Além disso, evite açúcar e doces, retire o saleiro da mesa, elimine as frituras e consuma alimentos que sejam fonte de fibras como frutas, cereais integrais, hortaliças e legumes, de preferência crus. 
Sabe aqueles industrializados como molhos prontos, ketchup, caldos concentrados e mostarda? 
Tire-os da sua lista. Pra sempre.