domingo, 21 de outubro de 2012

Os cuidados na estação da Primavera

A primavera é considerada “a estação das flores, a estação da vida” mas, para outros, é uma estação que só causa problemas, principalmente porque a manhã pode ser muito fria, a tarde é quente demais e, quando o sol se põe, o frio volta: um tempo maluco, que pode deixar qualquer um de cama. 

Lembrando que, para uma pequena parcela de humanos, o drama é ainda maior, pois o pólen das flores pode causar alergia,  o clima ameno da estação que antecede o verão, algo que ajuda quem sofre de asma, por exemplo. 

Por outro lado, aumenta nesta época do ano a incidência da catapora, o que significa uma atenção maior para a vacina contra o vírus que causa a doença.

O contraste das temperaturas, continuou, pode atingir quem sofre de problemas circulatórios como a rinite, mas para a maior parte das pessoas, a primavera é uma estação mais agradável.

domingo, 9 de setembro de 2012

Os Cuidados com o Sal.



Embora seja um mineral importante para o funcionamento das células, deve ser ingerido com cautela por quem sofre de pressão alta.
Abusar do sal nas refeições não é recomendado. 
E nós abusamos sim. Dados  indicam que consumimos, em média, 12 gramas de sódio diariamente.
Ou seja, quase o dobro recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 
Aí é que mora o perigo: nosso corpo retém, em média, 1 litro de água a cada nove gramas de sal ingerido.
Mas se engana quem pensa que, se não usar sal na comida, estará livre dele.
 Ele está presente em quase tudo o que você compra no supermercado como queijos, molhos de tomate, comida congelada, fast food e até biscoitos!
"O sal de mesa, por exemplo, possui 40% de cloreto. 
O risco de consumir doses excessivas pode desencadear o aumento da pressão sanguínea e, consequentemente, a hipertensão, responsável pelo infarto e acidente vascular cerebral".
Entenda que, ao abusar deste ingrediente, você pode ser atacado por uma série de doenças como a insuficiência renal, câncer de estômago, pedras nos rins, diabetes, asma e osteoporose.
 "A incidência de pressão alta de cada pessoa é diagnosticada de acordo com a idade e o sexo. 
Esta doença é mais comum nos homens do que nas mulheres e também em idosos", explica a médica.
A dica é procurar se alimentar bem e fugir do sal. 
Procure substituí-lo por temperos naturais como limão, alho, cebola, cheiro-verde, orégano, cominho, coentro e manjericão. Troque também as gorduras animais por óleos vegetais como óleo de soja, milho ou girassol.
Além disso, evite açúcar e doces, retire o saleiro da mesa, elimine as frituras e consuma alimentos que sejam fonte de fibras como frutas, cereais integrais, hortaliças e legumes, de preferência crus. 
Sabe aqueles industrializados como molhos prontos, ketchup, caldos concentrados e mostarda? 
Tire-os da sua lista. Pra sempre.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

As Plantas medalhas de Ouro das Olimpíadas da Natureza



Uma das espécies mais rápidas do mundo, esta árvore do Canadá faria inveja ao corredor Usain Bolt.
Conhecida em inglês como ‘bunchberry dogwoo’, ela tem flores que se abrem em menos de 0,5 milissegundos. Cientistas estimam que somente na primeira metade deste brevíssimo período, os estames da flor são expostos a uma força 800 vezes maior do que a sentida pelos astronautas durante a decolagem de uma nave espacial.
 Acredita-se que o mecanismo permite que o pólen possa ser liberado para ser transportado pelo vento.
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Já o mergulho livre em profundidade não é um esporte olímpico, mas se fosse, a 'Boscia ibitrunca' poderia pleitear uma medalha. Mas o mergulho se daria debaixo da terra e não na água. As raízes da árvore podem se estender por até 68 metros debaixo da terra, como já se verificou com uma espécie encontrada no deserto do Kalahari.
É possível produzir cerveja a partir de suas raízes e acredita-se que elas podem também ser úteis no tratamento de hemorroidas.










xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Um atleta de peso na categoria luta seria o ‘figo estrangulador’
A espécie tem uma estratégia agressiva e não mostra qualquer compaixão para com sua planta hospedeira. A combinação de estrangulamento e de ausência de luz solar torna improvável que a planta ganhe a batalha contra o figo estrangulador.
Muitas vezes as plantas maduras se partem ao meio expondo seus centros vazios, mostrando onde houve uma vez uma planta hospedeira. 
A árvore se transformou em uma espécie de ''pedra angular'' da natureza, já que muitos animais nas florestas dependem de seu fruto, rico em energia, e disponível em diferentes épocas do ano.






segunda-feira, 23 de julho de 2012

Uso de plantas medicinais da tradição popular é regulamentado por Lei


































Os benefícios das chamadas “drogas vegetais” passam de geração em geração.

Quase todo mundo já ouviu falar de alguma planta, folha, casca, raiz ou flor que ajuda a aliviar os sintomas de um resfriado ou mal-estar. 
Unindo ciência e tradição, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) quer popularizar esse conhecimento, esclarecendo quando e como as drogas vegetais devem ser usadas para se alcançar efeitos benéficos. A medida faz parte da RDC 10, publicada em 10 de março de 2010.

A novidade da resolução diz respeito à segurança: a partir de agora as empresas vão precisar notificar (informar) à Agência sobre a fabricação, importação e comercialização dessas drogas vegetais no mínimo de cinco em cinco anos. Os produtos também vão passar por testes que garantam que eles estão livres de microrganismos como bactérias e sujidades, além da qualidade e da identidade.
Além disso, os locais de produção deverão cumprir as Boas Práticas de Fabricação, para evitar que ocorra, por exemplo, contaminação durante o processo que vai da coleta, na natureza, até a embalagem para venda. As embalagens dos produtos deverão conter, dentre outras informações, o nome, CNPJ e endereço do fabricante, número do lote, datas de fabricação e validade, alegações terapêuticas comprovadas com base no uso tradicional, precauções e contra indicações de uso, além de advertências específicas para cada caso.
Drogas vegetais e fitoterápicos
As drogas vegetais não podem ser confundidas com os medicamentos fitoterápicos. 
Ambos são obtidos de plantas medicinais, porém elaborados de forma diferenciada.  Enquanto as drogas vegetais são constituídas da planta seca, inteira ou rasurada (partida em pedaços menores) utilizadas na preparação dos populares “chás”, os medicamentos fitoterápicos são produtos tecnicamente mais elaborados, apresentados na forma final de uso (comprimidos, cápsulas e xaropes).
Todas as drogas vegetais aprovadas na norma são para o alívio de sintomas de doenças de baixa gravidade, porém, devem ser rigorosamente seguidos os cuidados apresentados na embalagem desses produtos, de modo que o uso seja correto e não leve a problemas de saúde, como reações adversas ou mesmo toxicidade.
Luana Cury - Imprensa / Anvisa

terça-feira, 17 de julho de 2012

Qual a relação entre o sedentarismo e o aumento de algumas doenças?


 













O mundo tem assistido a um aumento significativo das doenças cardiovasculares, cancro, diabetes e doenças respiratórias crónicas. 
Este aumento global, epidémico, está estritamente relacionado com alterações dos estilos de vida, nomeadamente o tabagismo, inactividade física (sedentarismo) e uma alimentação não saudável. 
Estima-se que o sedentarismo seja causador de um milhão e 900 mil mortes a nível mundial. 
É também a causa de 10-16% do cancer da mama, cólon e recto, bem como de diabetes mellitus e de cerca de 22% da doença cardíaca isquémica. 
O risco de se ter uma doença cardiovascular aumenta 1,5 vezes nos indivíduos que não seguem as recomendações mínimas para a actividade física. Ao mesmo tempo que o número de indivíduos com excesso de peso e obesidade aumenta rapidamente, nos países desenvolvidos e nos países em desenvolvimento, também aumentam o excesso de peso e a obesidade na população mais jovem.
 A actividade física é, juntamente com uma alimentação saudável, a chave para o controlo do peso. Como evolui o sedentarismo no mundo? No mundo inteiro, mais de 60% dos adultos não efectuam os níveis suficientes de actividade física benéficos para a sua saúde. 
O sedentarismo é mais prevalente nas mulheres, idosos, indivíduos de grupos socio-económicos baixos e nos indivíduos com incapacidades. 
Tem-se também assistido a um decréscimo da actividade física e dos programas de educação física nas escolas de todo o mundo. 
O sedentarismo está a ocupar grande parte do tempo das pessoas e daí as consequências na saúde serem tão significativas.
Em que medida o meio físico e social condiciona a actividade física? 
O meio físico e social das cidades tem um enorme impacto na implementação e no acesso de todos à atividade física. 
Há que promover a atividade física ao encorajar o uso de transportes públicos, tornando-os acessíveis, atrativos e seguros.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Alimentos diurético, sabes quais são ?




O bom funcionamento dos rins é fundamental para o nosso bem-estar. Para além do 1,5 de água que os especialistas recomendam para consumo diário, existem ainda alimentos com alto teor líquido que poderão ajudar nesse equilíbrio. Com o calor, o seu consumo torna-se ainda mais agradável. Conheça nove desses alimentos:

- Abacaxi: rico em vitaminas A, B, C, fósforo, cálcio, potássio e bromelaína. É indicado na má digestão, beneficia o aparelho urinário, a pressão arterial, artrite, bronquite, tosse e obesidade. A bromelaína é uma enzima presente no abacaxi que ajuda na digestão, e ainda pode ser eficaz para dissolver coágulos sanguíneos.

- Coco: rico em vitaminas A, do complexo B (B1, B2, B5), vitamina C e sais minerais, como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, sódio e cloro. Também é rico em fibras, proteínas, carboidrato e gorduras. São vários os benefícios que a água de coco nos proporciona. Ela ajuda a reduzir colesterol, reduz a pressão arterial, desidratação, diarréia, trata úlcera estomacal e depura o sangue.

- Melancia: rica em vitaminas do complexo B, vitamina C, magnésio, cálcio, potássio, fósforo e betacaroteno. Ajuda a amenizar os sinais de envelhecimento, previne contra o câncer, auxilia na eliminação de acido úrico, além de limpar o estômago, intestino e obesidade.

- Cenoura: estimula o metabolismo, carrega minerais, silício e potássio, que ajudam na eliminação dos excessos de líquidos no organismo;

- Pepino: rico em ferro, enxofre, potássio, fósforo e betacaroteno. O pepino é diurético e ajuda a eliminar o excesso de acido úrico. É muito bom para a pele e o envelhecimento.

- Salsa: rico em vitaminas A e C, a salsa é anticancerígena, alivia dores de estômago e ajuda na eliminação de gases. É diurético, elimina o excesso de líquidos, da celulite, inflamações das vias urinárias e cálculos renais. Ela também melhora os distúrbios menstruais, refresca o hálito e fortalece a estrutura do colágeno da pele.

- Beterraba: rica em: açúcar, proteínas, fibras, vitaminas A, do complexo B, vitamina C e sais minerais como: ferro, zinco, sódio, potássio e magnésio. É muito boa para combater anemia, perda excessiva de líquidos e problemas de fígado.

- Dente de leão: rico em ferro e cobre. Usado nos casos de diabetes, hemorróidas, gota, artrite, ajuda aliviar a retenção de líquidos e reduz a hipertensão arterial.

- Melão: rico em vitaminas A, do complexo B, vitamina C, cálcio, magnésio, potássio, fósforo e betacaroteno. Ajuda na desintoxicação alimentar, males dos rins, é um hidratante, também auxilia contra a obesidade.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

SORRIA VOCÊ NÃO ESTA SENDO FILMADO

"Há quanto tempo eu não ria tanto assim!"
Quem já não ouviu esta frase de alguém que acaba de dar uma deliciosa gargalhada?
O fato é que a maioria das pessoas ri menos do que gostaria.
Não é por acaso.
Nossa civilização prioriza o culto ao trabalho e coloca o riso, que representa o lado lúdico, em segundo plano.
Infelizmente se associa o riso á falta de seriedade profissional.
Na pressão das solicitudes do dia-dia, acabamos deixando de lado a espontaneidade e a brincadeira, excelentes fontes de boas risadas.
A diversão vira, quando muito, um lazer agendado: programas humorísticos de TV, livros engraçados, uma piada aqui, outra lá.
Caso queira divertir-se mais,preste atenção se não está dando pouco espaço para o inesperado, a graça ou a brincadeira em seu cotidiano, com medo de perder o trem do sucesso.
Dê  logo uma chance ao lado prazeroso da vida e permita-se gargalhar sem censura.
Você vai descobrir que esta é uma terapia deliciosa.